odontotop para aprovação
SEMEAR BANNER PRO SITE
BANNER 1 PC
Frame 1
ENTRE EM CONTATO (1)
MOBILE odontotop para aprovação
SEMEAR VERSAO MOBILE
ENTRE EM CONTATO (978 x 1282 px)
BANNER MOBILE 2
SEMEAR BANNER PRO SITE
MARCIO UCKER
cultura
amizade
ibi

NOTÍCIA

Trinta centros de parto normal serão construídos com recursos do Novo PAC

Mais de 2 milhões de gestantes terão a segurança de ganhar seus bebês em um ambiente acolhedor e de assistência humanizada. Esse é o objetivo dos 30 centros de parto normal (CPNs) que serão construídos em 19 estados brasileiros, por meio do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (Novo PAC) – Eixo Saúde. Com um investimento de R$ 93 milhões, estima-se que as unidades realizem cerca de 36 mil atendimentos por ano.

Os centros de parto normal são unidades de saúde destinadas à assistência ao parto de risco habitual, fora de estabelecimento hospitalar, que prestam assistência ao trabalho de pré-parto, parto, puerpério e cuidados com o recém-nascido. São projetados para oferecer um ambiente acolhedor e assistência humanizada às gestantes que desejam o parto normal, em consonância com o foco prioritário do Governo Lula na saúde da mulher. Segundo Mirela Pessatti, arquiteta responsável pelo projeto dos CPNs, o objetivo é ofertar um atendimento completo às gestantes.

Eles serão compostos por 5 suítes de pré-parto, parto e pós-parto, com banheira, áreas internas e externas de ambulação, com espaços que possibilite a presença de acompanhante de livre escolha da mulher e áreas de apoio técnico e de estímulo ao parto normal e humanizado, em conformidade com a normas que regulamentam os serviços de obstetrícia e neonatologia, além de serem uma edificação inclusiva e sustentável.

Projetos arquitetônicos e de engenharia

Os projetos arquitetônicos e de engenharia dos centros de parto normal já foram disponibilizados pelo Ministério da Saúde para facilitar a execução das obras e instalação dos equipamentos, colocando-os à disposição da população rapidamente.

“A disponibilização e  utilização dos projetos referenciados permite aos municípios a economia de tempo e de recursos, assim como possibilitará a construção de unidade com infraestrutura adequada tanto para os profissionais de saúde como para os usuários do SUS, levando mais saúde e atendimento de qualidade à população”, afirma Henrique Chaves, diretor de programa da Secretaria Executiva (SE) do Ministério da Saúde.

O conjunto de materiais disponibilizado será composto pelos projetos de arquitetura e engenharia em nível executivos com seus respectivos memoriais, caderno de encargos e especificações e planilha orçamentária. Todos os projetos foram elaborados em metodologia BIM – processo que se baseia em modelos 3D para dar aos profissionais de arquitetura, engenharia e construção a perspectiva e as ferramentas necessárias para a construção.

450507482_1106641311009217_6593357681911827397_n
244214142_121223793605666_3201720004208988564_n

MAIS NOTÍCIAS