Segunda-feira

Max. 30 ºC

Min. 10 ºC

Ver Mais

Notícias

Pai de mulher morta em Goiânia fala ao Comando Regional

13/04/2018

Pai de mulher morta em Goiânia fala ao Comando Regional
Foto: Facebook/Internet

Seu Osmar Murussi  é morador da localidade de Sede Aurora e falou na manhã com exclusividade na nossa programação lamentando a morte da filha

 

 


Silvia Aparecida Barcelos Murussi Frizon, de 41 anos, foi morta a facadas nesta quarta-feira (11), no Jardim Guanabara, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil (PC), o suspeito de ter cometido o crime é o próprio filho da vítima, Lucas Murissi Alegrette, de 19 anos. De acordo com informações de testemunhas, logo após o crime o suspeito fugiu no carro da mãe.

O caso aconteceu por volta de 10 horas na Rua Guaporé. Segundo a PC, o lote possui vários barracões e vizinhos escutaram a discussão e a mulher pedindo por socorro. Testemunhas informaram aos policiais que a família mudou para o local há uma semana e que, frequentemente, escutavam as brigas entre mãe e filho.

“Uma testemunha, que mora em um dos barracões do lote, foi até a casa da vítima quando ela gritou por socorro, mas a porta estava fechada. Quando ela gritou que ia chamar a polícia, o filho saiu da casa, pegou o carro da mãe e fugiu”, conta o agente da Delegacia de Investigação de Homicídio, Rainel Mascarenhas.

Segundo a PC, depois de fugir, o suspeito foi até o colégio onde a irmã de sete anos estudava e tentou pegar a criança, mas a diretora não autorizou a saída da menina porque não conhecia o irmão.

Na casa onde o crime aconteceu moravam a vítima com os dois filhos e o esposo, que é capitão do Exército, e estava no Rio de Janeiro fazendo um curso no momento do homicídio. O suspeito ainda não foi encontrado. A polícia espera que ele se apresente nesta quinta-feira (12) na Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH).

Informações: Kayque Juliano

13.04 pai fala sobre morte da filha Goiania

Comentários

Mais Notícias

Ver todas