Segunda-feira

Max. 30 ºC

Min. 10 ºC

Ver Mais

Notícias

Soja impulsiona aumento das exportações do Rio Grande do Sul, indica FEE

24/05/2017

Soja impulsiona aumento das exportações do Rio Grande do Sul, indica FEE
Foto: Emater / Divulgação / CP Memória

A soja foi a grande responsável pelo aumento das exportações gaúchas no mês de abril deste ano. Com 36,6%, a soja foi o produto mais vendidos em abril, seguido pelos polímeros (5,6%) e a carne de frango (5,1%). O aumento das exportações registrado foi de 14,8%, totalizando 1,506 bilhão de dólares, o que representa 194,1 milhões de dólares a mais do que o registrado em abril de 2016, segundo os dados apresentados nesta quarta-feira pela Fundação de Economia e Estatística (FEE).

O crescimento ocorreu pela elevação dos embarques ao exterior, que superaram 14,5%, uma vez que os preços se mantiveram estáveis, em 0,2%. No panorama nacional, o Rio Grande do Sul segue como o quinto maior exportador do País, com 8,5% das vendas externas.

Entre os principais destinos dos produtos gaúchos estiveram China, que passou de 26,9% para 38,1% entre 2016 e 2017; Argentina, que totalizou 9,8%; Estados Unidos, com 6,4%; Irã (3,2%) e Chile (2,7%). O peso da soja em grão ocorre por esse ser o período em que ela começa a embarcada com mais intensidade.

Do crescimento de 194,1 milhões de dólares das receitas exportadoras do Estado, a oleaginosa contribuiu com 143,8 milhões de dólares (mais 35,3% em valor, 26,9% em volume e 6,6% em preço), na esteira da supersafra gaúcha e da recuperação dos preços das commodities no mercado internacional. Contando apenas as vendas do grão para a China, o crescimento das receitas foi ainda maior: 196,7 milhões de dólares (1,350 milhão de toneladas embarcadas, 480,3 mil toneladas a mais do que abril de 2016).

Hidrocarbonetos em alta

Outro destaque são as vendas de hidrocarbonetos, sobretudo para a Holanda e a China; de milho em grão (mais 22,9 milhões de dólares), que não foi exportado em abril de 2016 e que foi exclusivamente vendido para o Irã neste último mês. No caso dos automóveis de passageiros houve crescimento de mais de mil unidades apenas para a Argentina, além de outras mais mil unidades somadas para Uruguai, Colômbia, Peru, Chile e Paraguai.

Segundo a FEE, houve crescimento das vendas de produtos básicos e industrializados. No primeiro caso, as exportações atingiram 806,3 milhões de dólares (elevações de 84,2 milhões de dólares, 11,7% em valor e 15,5% em volume, e queda de 3,3% nos preços) e responderam por 53,5% da pauta exportadora no mês. As vendas de industrializados somaram 687,9 milhões de dólares, um incremento de 107,4 milhões de dólares (mais 18,5% em valor, 14,3% em volume e 3,7% em preço), respondendo por 45,7% da pauta.

Fonte: Correio do Povo 

Comentários

Mais Notícias

Ver todas