Segunda-feira

Max. 30 ºC

Min. 10 ºC

Ver Mais

Notícias

Saiba mais sobre o Sarampo e a Poliomielite

31/07/2018

Saiba mais sobre o Sarampo e a Poliomielite
Foto: Prefeitura Municipal de Ibirubá

Estas doenças são contagiosas e podem levar a graves e sérias complicações de saúde. O Sarampo pode levar à morte. A Poliomielite pode causar paralisia dos membros inferiores, impactando definitivamente a vida da pessoa. A vacina é a única forma de prevenção.

 

Com a deflagração da Campanha Nacional Contra o Sarampo e a Poliomielite de 06 a 31/08, a reportagem do Cidade Viva conversou com o médico da Secretaria de Saúde, Etiani Augusto Messerschmidt, sobre estas doenças. Etiani reforça que a população deve procurar a vacina nesse momento de Campanha.

Confira a entrevista e fique a par da importância da imunização.

 

Cidade Viva: Por que o Ministério da Saúde está realizando a Campanha?

Dr. Etiani: O Ministério voltou a fazer a Campanha em virtude de uma preocupação mundial hoje. No Brasil, a Poliomielite está erradicada desde 1990. Quanto ao Sarampo, temos alguns casos isolados. Por isto, o Brasil não estava tão preocupado, pois nossa cobertura vacinal era muito boa, protegendo a população. Principalmente, em relação à Polio, tínhamos cerca de 95% de cobertura. Mas, hoje, essa cobertura tem caído nos últimos anos. Tem lugares como a Bahia, que chega somente a 50% de cobertura vacinal. Portanto, metade da população não está mais protegida. No momento, em que estas doenças aparecerem no país, trazidas por pessoas que se contaminaram, se a população não estiver protegida, as doenças vão se disseminar. Se a pessoa fez a vacina, ela não será infectada.

 

Cidade Viva: O que é o Sarampo?

Dr. Etiani: O Sarampo é uma doença infecciosa exantemática aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbito. A doença desenvolve febre, dor no corpo, alguns sintomas respiratórios. Mas o exantema (manchas grandes avermelhadas de pele) é o que confirma a doença. Toda doença que surge desta forma, principalmente, com exantema é investigada, pois hoje, deve ser notificado ao Ministério, se se confirmar o Sarampo. É uma doença autolimitada, a maioria das pessoas se cura sozinha, mas tem umas complicações, principalmente, respiratórias como pneumonia e alguns casos neurológicos como meningite. Algumas pessoas, com imunidade baixa, têm mais chances para desenvolver estas complicações.

 

Cidade Viva: O que é a Poliomielite?

Dr. Etiani: A Poliomielite é uma doença que, na maioria das pessoas, não apresenta sintomas. Mas algumas apresentam mal-estar, dor no corpo, dor de cabeça. Mas, tem o grande problema dela que é o desenvolvimento de uma paralisia permanente em um dos membros inferiores, prejudicando a pessoa de caminhar.

 

Cidade Viva: Quais são as formas de contágio do Sarampo?

Dr. Etiani: O Sarampo é transmitido, principalmente, por gotículas salivares, saliva altamente contaminada, através da tosse, espirro, em copos contaminados, chimarrão… Há várias formas de transmissão pela saliva.

 

Cidade Viva: Quais são as formas de contágio da Poliomielite?

Dr. Etiani: A Poliomielite é transmitida fecal-oral. Elimina o vírus pelas fezes. Além de passar de pessoa para pessoa, pode contaminar o lençol freático, se o esgoto não for tratado, se a higiene das mãos não estiver adequada quando da manipulação dos alimentos, contato da mão contaminada com a boca, vai acabar transmitindo.

 

Cidade Viva: Diagnosticando o Sarampo e a Poliomielite, quais as formas de tratamento?

Dr. Etiani: Tratamento específico não há para nenhuma das duas doenças. No caso da Poliomielite se desenvolve a paralisia, é feito um tratamento com fisioterapia, com recuperação, mas medicamentos específicos não há para nenhuma delas. O tratamento é suporte para dor, analgésico para a febre. As pessoas estando infectadas com o vírus deverão ficar em isolamento, se afastar das suas atividades, pois estão em fase de transmissão. Deve-se também notificar o caso para o Ministério. Na suspeita do caso, a pessoa deve procurar imediatamente assistência médica para fazer o diagnóstico e também não deve ficar circulando.

 

Cidade Viva: Oficialmente, o Brasil tem casos comprovados destas doenças?

Dr. Etiani: Da Poliomielite não há 30 anos que está erradicada das Américas. Recentemente, ressurgiu na Venezuela e alguns países que ainda têm casos, poucos, mas tem. E isto preocupa, pois não foi erradicada mundialmente. A entrada dos venezuelanos no Brasil pela região Norte é preocupante, pela baixa cobertura vacinal daquela população.

O Sarampo ainda aparece em casos, em períodos. Uma pessoa não imunizada, que viaja para fora do país e tem contato com alguém que tenha o vírus, acaba trazendo para cá.

 

Cidade Viva: Qual a mensagem do profissional médico para a população sobre estas doenças?

Dr. Etiani: O alerta é para os pais, pois a Campanha visa crianças pequenas, que dependem dos pais ou responsáveis para se vacinarem. Protejam seus filhos, levando-os para fazerem a vacina. É a única forma de prevenir estas doenças, que são tão graves.

Fonte: Prefeitura Municipal de Ibirubá 

Comentários

Mais Notícias

Ver todas